Curso Objetivo

Login ou senha incorretos
0800 77 00 189                  

Enem 2021: cartão com locais de prova é divulgado


03/11/2021
Exame Nacional de Ensino Médio

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou nesta quarta-feira, 3 de novembro, a consulta ao Cartão de Confirmação de Inscrição com os locais de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021.

Ao todo 3.461.418 estudantes estão inscritos no Enem 2021, somando a edição regular, nova aplicação e privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Enem PPL).

Consulte o cartão com os locais do Enem 2021

O cartão só pode ser acessado com login e senha do próprio estudante, na Página do Participante, pelo computador, tablet ou em celulares com sistemas Android e iOS, pelo aplicativo oficial do Enem.

Quem tiver esquecido a senha poderá recuperá-la acessando a Página do Participante e clicando em "entrar com Gov.br", login unificado do Governo Federal. Ao informar o CPF e clicar em continuar, uma nova página se abrirá, bastando marcar "Esqueci minha senha". Na sequência, basta selecionar a opção para recuperação: Validação facial; bancos credenciados; e-mail; celular ou internet banking.

Cerca de uma hora depois da divulgação, alguns estudantes passaram a relatar instabilidade e erro no sistema. O Inep ainda não se pronunciou sobre a divulgação do cartão.

Atenção! O Inep, organizador do exame, não envia informações sobre locais de provas pelos Correios ou por e-mail, SMS ou aplicativos de mensagens, por isso, tenha cuidado com golpes, não forneça dados pessoais e, na dúvida, entre em contato com o instituto pelas os canais oficiais ou pelo 0800 616161.

O que tem no cartão do Enem?

O Cartão do Enem 2021 trará as seguintes informações:

  • Número de inscrição.
  • Data, hora e local das provas.
  • Atendimento especializado (se solicitado).
  • Opção pelo Enem impresso ou Enem Digital.
  • Opção de língua estrangeira.

Se os dados pessoais ou informações básicas de inscrição estiverem erradas, o participante deve entrar em contato com o Inep para que haja a correção. Locais de prova, atendimento especializado e língua estrangeira não podem ser alterados.

Provas

O Enem 2021 será realizado nos dias 21 e 28 de novembro, dois domingos consecutivos. Esta é a primeira edição em que as provas digitais e impressas serão realizadas nos mesmos dias, por isso, os exames serão iguais.

O primeiro dia contará com 45 questões objetivas de Linguagens e Códigos, 45 de Ciências Humanas e uma redação. O segundo será composto por 45 perguntas de Ciências da Natureza e 45 de Matemática.

Os portões dos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h. O exame será aplicado a partir das 13h30, terminando às 19h no primeiro dia, enquanto o fim do segundo domingo do Enem será às 18h30, sempre no horário oficial de Brasília.

Para quem tem tempo adicional concedido como atendimento especializado o primeiro domingo de provas acabará às 20h, já o segundo terminará às 19h30. Para videoprovas em Libras, o término será às 21h e 20h30, respectivamente.

Entre 13h e 13h30, os participantes ficarão em sala de aula para procedimentos de identificação. Somente às 13h30 as provas serão distribuídas aos estudantes.

Orientações e medidas de segurança

Os participantes precisam seguir os protocolos de biossegurança contra a Covid-19 definidos pela organização do Enem. As principais orientações são:

  • Uso obrigatório de máscaras que cubram nariz e boca. É recomendado ao participante que leve mais máscaras para que possa realizar a troca de tempos em tempos.
  • Será permitido utilizar luvas transparentes ou semi-transparentes durantes as provas.
  • Será permitido levar recipiente transparente com álcool em gel, apesar dos locais de prova disponibilizarem álcool para a higienização.
  • Os participantes terão que autorizar a vistoria de seus objetos, artigos religiosos e itens de higiene.
  • É recomendado que o participante leve sua própria garrafa com água.
  • Os participantes devem chegar com antecedência e ir direto para a sala de aula, sem se aglomerar na entrada dos locais e nos corredores.

De acordo com o documento do Inep, todas as suas provas (como Enem e Encceja) são protegidas em evelopes plásticos e sem contato humano, a contar um período mínimo de três meses antes do exame.

O que levar para o Enem?

Os itens obrigatórios para o Enem 2021 são:

  • Uso de máscara;
  • Documento de identificação original com foto;
  • Caneta de tinta preta fabricada em material transparente.

O cartão do Enem não é obrigatório, mas a recomendação é para que o estudante leve-o impresso para facilitar a localização da sala e evitar atrasos.

Alimentos leves e de fácil consumo são permitidos. Uma dica é pensar em comidas de diferentes grupos nutricionais que deem saciedade, mantenham o nível glicêmico, proporcionem energia e possam ser consumidas sem atrapalhar a realização da prova.

Exemplos: mix de castanhas, chocolates (dê preferência para os que tenham maior concentração de cacau), balas, biscoitos integrais, amendoim, barras de cereais.

Água é muito importante para a hidratação durante o Enem, já que serão dois dias longos de provas. Também são permitidas bebidas não-álcoolicas.

Pode levar celular?

Sim, pode levar celular para o Enem, mas não é permitido entrar na sala de prova com o aparelho ligado. Por isso, os fiscais darão embalagens plásticas para que ele seja guardado, assim como demais objetos que não são permitidos (veja a relação completa nos editais). O saco plástico deve permanecer embaixo da carteira durante toda a prova.

Moedas, chaves de carro e qualquer objeto que possa ser identificado pelo detector de metais deverão ficar na embalagem que os fiscais entregarão na entrada das salas.

=> De olho na documentação!

A entrada nas salas de prova só será permitida com a apresentação do documento de identificação original (com foto), em formato impresso (versões digitais, mesmo em aplicativos oficiais, não serão aceitais.

São documentos de identificação aceitos no Enem 2021:

  • Cédulas de Identidade expedidas por secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal;
  • Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados;
  • Carteira de Registro Nacional Migratório;
  • Documento Provisório de Registro Nacional Migratório;
  • Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenha validade como documento de identidade;
  • Passaporte;
  • Carteira Nacional de Habilitação;
  • Identidade funcional (crachá de servidor público municipal, distrital, estadual, federal e dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário).

Quem não tiver o documento de identificação por roubo, furto ou perda poderá apresentar boletim de ocorrência com no máximo 90 de dias de expedição e se submeter à identificação especial para realizar as provas.

Fonte: UOL Vestibular